_________Luandabe____________Luandabel
______LuandabelaLuan_______LuandabelaLuanda
____LuandabelaLuandabel___LuandabelaLuandabel
___LuandabelaLuandabelaLuandabelaLu_______Luan
__LuandabelaLuandabelaLuandabelaLu_________Luan
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuanda_______Luan
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabela______L
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuan__Lua
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab_L
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabel
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabel
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab
__LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuand
____LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLu
______LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab
_________LuandabelaLuandabelaLuandabelaL
____________LuandabelaLuandabelaLuand
______________LuandabelaLuandabela
_________________Luandabela♥♥♥
___________________♥♥♥♥♥♥
_____________________♥♥♥
______________________♥
__________♥Olá♥ Caríssimo♥
_____________##
____________###*
________.*#####
_______*######
_____*#######
____*########.
___*#########.
___*######*###*
__*#########*###
_*##########*__*##
_*###########___*
_#########
_*##*#####
_*_########
____#######
_____*######
______*#####*
___EU___*####*
__QUERO___*####
__VOCÊ_______*##*
__FELIZ TODO___*##
__DIA___________*##.
______________.#####. Beijos :-***
___________.##########
__________.####*__*####
Na verdade... :x
Nós todos precisamos uns dos outros, eu, por exemplo, preciso
De você... Do seu carinho e da sua amizade.
Luandabela -)(-:

sábado, 1 de maio de 2010

Acidentes com petróleo e derivados no Brasil e no mundo

Voluntários e moradores de Hong Kong tentam limpar o estrago causado pelo vazamento da embarcação Hebei Spirit, a 170 km de Seul, em dezembro de 2007. Foi o maior acidente do gênero na Coreia do Sul.
Mar sujo de óleo após a explosão do cargueiro chileno Vicuña no porto de Paranaguá, no Paraná, em novembro de 2004. Este foi considerado o maior vazamento em 20 anos na Baía. Houve mortes dos tripulantes e de muitas espécies da fauna marinha local.
Mancha de óleo, que vazou do navio Vicuña - destruído por uma explosão no porto de Paranaguá (PR), em novembro de 2004
Bombeiro francês coleta óleo que vazou do petroleiro Prestige em novembro de 2003. A embarcação afundou na costa galega, produzindo uma imensa maré negra que afetou Espanha, Portugal e França


Pássaro sujo de óleo na praia Mar de Fora, no norte da Espanha, após o vazamento do petroleiro Prestige
Voluntários trabalham para tentar limpar mancha de óleo que tomou conta da costa noroeste da Espanha, após afundamento do petroleiro Prestige
Homem observa a praia de Finisterre, quase um mês após o vazamento de óleo do petroleiro Prestige, em novembro de 2002
Cormorão sujo de óleo perto de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O vazamento foi causado pelo navio Zainab, de bandeira georgiana, em abril de 2001
Vista aérea da mancha de óleo que vazou da plataforma P-36 da Petrobras após acidente na Bacia de Campos, litoral de Macaé (RJ), em março de 2001
Mancha de óleo em Dania beach, Los Angeles, EUA, em agosto de 2000
Mancha de óleo cru que se espalhou pelo rio Iguaçu e atingiu a cidade de Balsa Nova, no Paraná, em julho de 2000. Quatro milhões de litros de óleo foram despejados por causa de uma ruptura da junta de expansão de uma tubulação da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar - Petrobrás), um dos piores desastres ambientais brasileiros
Pinguim é resgatado após derramamento de óleo no litoral da Cidade do Cabo, África do Sul, em julho de 2000
Pássaros mortos devido a derramamento de óleo na praia de Ploemeur, no oeste da França. A região foi afetada pelo naufrágio do petroleiro "Erika", em dezembro de 1999
Homens trabalham para conter óleo na Província de Shaanxi (China), em janeiro de 2010
Mancha provocada pelo vazamento de 30 mil litros de óleo de uma embarcação que naufragou no rio Pará (PA), em Barcarena, em setembro de 2008
Ave coberta de óleo no Uruguai, onde mais de 60 pinguins, muitos mortos, também apareceram nas praias; o combustível vazou de barcos que se chocaram na costa do país em junho de 2008
Pássaro coberto de óleo derramado por navio que se partiu no mar Negro, em Kavkaz, Rússia, em novembro de 2007
Funcionário mostra peixe morto após vazamento de óleo diesel no Rio Negro, em Manaus, em novembro de 2005
Grupo faz limpeza na praia das Flechas, em Niterói (RJ); mancha de óleo formada na baía de Guanabara, depois do acidente com o navio Saga Mascote, atingiu nove praias em setembro de 2005
Técnicos fazem limpeza do rio Caceribu, após vazamento de óleo combustível provocado pelo descarrilhamento de vagões de trem em Itaboraó (RJ), que contaminou grande parte da área de Preservação Ambiental de Guarapimirim, uma das mais importantes do Brasil, em abril de 2005
Crianças observam saída de esgoto no rio Aldeia (RJ) que foi atingido pelo vazamento de óleo devido a um descarrilhamento de trem em abril de 2005. O acidente ameaçou um dos últimos paraísos ecológicos do estado, a área de Proteção Ambiental (APA) de Guapimirim
Óleo diesel na baía de Guanabara após vazamento de 60 mil litros em rio, causado pelo descarrilamento de trem de carga em Itaboraí (RJ), em abril de 2005
Técnicos da Petrobras colocam boias para tentar conter o avanço de mancha de óleo no bairro do Guaecá, centro de São Sebastião, no litoral norte paulista. O rompimento de um oleoduto da Petrobras causou vazamento de petróleo no Parque Estadual da Serra do Mar, em fevereiro de 2004
Técnicos da Petrobras colocam boias para tentar conter o avanço de mancha de óleo no bairro do Guaecá, centro de São Sebastião, no litoral norte paulista. O rompimento de um oleoduto da Petrobras causou vazamento de petróleo no Parque Estadual da Serra do Mar, em fevereiro de 2004
Barreiras utilizadas para evitar que os 16 mil litros de óleo cru vazados do navio "Brotas" da Petrobras cheguem à praia da baía de ilha Grande, em Angra dos Reis (município a 150 km do Rio de Janeiro), em maio de 2002. O petróleo vazou de um furo no tanque principal do navio, que estava sendo abastecido. O furo teria sido causado por corrosão
Iguanas nas Ilhas Galápagos, no Equador, após vazamento de óleo da embarcação "Jessica", em janeiro de 2001

Veja cronologia dos principais vazamentos de petróleo no mundo

A maré negra que atingiu a costa do estado americano de Louisiana e que ameaça gerar "uma catástrofe nacional" é uma das maiores registradas nos Estados Unidos.
Entre as tragédias mais graves deste tipo no mundo destaca-se a que aconteceu em 24 de março de 1989, envolvendo a embarcação americana Exxon Valdez.
O petroleiro se chocou contra um recife, no Alasca, o que gerou um vazamento de 42 mil toneladas de petróleo, causando uma maré negra de 6.000 km2 e que, até o momento, foi o maior desastre ambiental na história dos EUA.
Já em 3 de junho de 1979, a plataforma mexicana "Ixtoc 1" se rompeu na Baía de Campeche (México) e derramou 420 mil toneladas de petróleo no mar. A enorme maré negra afetou durante mais de um ano as costas de uma área de mais de 1.600 km2.
Em agosto de 1994, a ruptura de um oleoduto na República Autônoma dos Komi, no norte da Rússia, causou uma catástrofe ambiental de grandes dimensões, com um vazamento de entre 200 mil e 300 mil toneladas de petróleo sobre os campos de Usinsk e os rios Usa e Kolva.
A maior maré negra do último ano aconteceu no dia 21 de agosto de 2009, no Mar do Timor, causada por um vazamento de 450 toneladas de gás e petróleo de duas plataformas da companhia PTTEP Australasia. Foi formada uma maré negra que cobriu 10.000 km2 no sudeste asiático.
Além destas tragédias causadas por acidentes, um os maiores vazamentos de petróleo da história foi provocado pelo Governo do Iraque, que em janeiro de 1991 jogou no Golfo Pérsico mais de 1 milhão de toneladas de óleo dos poços do Kuwait para dificultar o desembarque aliado. A mancha negra se estendeu a cerca de 3.200 km2 e causou enormes danos ecológicos.
Nos últimos 40 anos, os EUA sofreram várias marés negras grandes, além da causada pelo desastre do "Exxon Valdez".
No dia 29 de março de 1971 o petroleiro americano "Texaco Oklahoma" naufragou a cem milhas de cabo Hatteras, na costa leste do EUA, o que causou um vazamento de 32.900 toneladas de petróleo.
No dia 6 de março de 1990, a embarcação "Cibro Savannah" explodiu e pegou fogo em Linden, no estado de New Jersey, e causou um vazamento de mais 32 toneladas de hidrocarbonetos.
Três meses depois, no dia 8 de junho, o petroleiro "Mega Borg" derramou 20.500 toneladas de petróleo em Galveston, no sudeste do Texas.
Já no dia 16 de setembro, também de 1990, o petroleiro "Júpiter" pegou fogo em City Bay, Michigan.
No dia 10 de agosto de 1993, três navios bateram na Baía de Tampa, na Flórida, entre eles o "Bouchard", que derramou mais de 84 toneladas de óleo.
Mais recentemente, no dia 7 de novembro de 2007, o cargueiro sul-coreano "Cosco Busan", de quase 280 m de comprimento, se chocou contra a base da ponte que une San Francisco à cidade de Oakland por causa de um denso nevoeiro. Foram derramadas mais de 132 toneladas de petróleo.
Já em 2010, no dia 23 de janeiro, a colisão entre duas embarcações, um navio-tanque de 182 metros de comprimentos que transportava petróleo e um navio-guindaste que rebocava uma barcaça, causou o vazamento de 1.700 toneladas de petróleo em Port Arthur, a 150 quilômetros de Houston.

Glitter Photos

Nenhum comentário:

Counter

♥Luandabela Headline Animator

Postagens populares

Sexualidade

Sexualidade
Bar Aurora & Boteco Ferraz

Subscribe Now: Feed Icon

va