_________Luandabe____________Luandabel
______LuandabelaLuan_______LuandabelaLuanda
____LuandabelaLuandabel___LuandabelaLuandabel
___LuandabelaLuandabelaLuandabelaLu_______Luan
__LuandabelaLuandabelaLuandabelaLu_________Luan
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuanda_______Luan
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabela______L
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuan__Lua
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab_L
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabel
LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabel
_LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab
__LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLuand
____LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandabelaLu
______LuandabelaLuandabelaLuandabelaLuandab
_________LuandabelaLuandabelaLuandabelaL
____________LuandabelaLuandabelaLuand
______________LuandabelaLuandabela
_________________Luandabela♥♥♥
___________________♥♥♥♥♥♥
_____________________♥♥♥
______________________♥
__________♥Olá♥ Caríssimo♥
_____________##
____________###*
________.*#####
_______*######
_____*#######
____*########.
___*#########.
___*######*###*
__*#########*###
_*##########*__*##
_*###########___*
_#########
_*##*#####
_*_########
____#######
_____*######
______*#####*
___EU___*####*
__QUERO___*####
__VOCÊ_______*##*
__FELIZ TODO___*##
__DIA___________*##.
______________.#####. Beijos :-***
___________.##########
__________.####*__*####
Na verdade... :x
Nós todos precisamos uns dos outros, eu, por exemplo, preciso
De você... Do seu carinho e da sua amizade.
Luandabela -)(-:

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Morra carniça


















Morra carniça




Se passar por te e não te ver
Faz de conta que nunca me viu
Por que é escória do lixo
Borra bota, pra não falar um palavrão



Morra carniça pagã imunda
Sujeitinho asqueroso e desprezível
Tratante miserável e ordinário
Odeio-te fétido animal do mal






Velhaco fútil, inútil e descartável.
Marginal sem caráter te falta nobreza
 Fingido ser honesto, é pulguento asqueroso
Proxeneta, reles salafrário de bordel




Não só pelo gosto que te convém
Se prostituíste por qualquer vintém
Que tenhas vendido teu corpo por comida
Nada contra, afinal nada sabias fazer







Tu és de dá pra qualquer um
Tenho um sentimento por te
Até muito forte por sinal
Desprezo repulsa é o mais exato






Não sinto nada mais do que pena.
Segue a reta, esquece-me pestilento
O que te faz pensar que existo pra te
Sou pura na multidão da verdade

Retardado ficou insano deplorável
Leproso Invejoso, praga do mercado negro
Odeio-te por motivo de perseguição
Seu bastado abominável calhorda




Quando traço uma linha reta
Sigo por este caminho convicta
Talvez acostumasse com pessoas vis
Sou honesta, não vai persuadir-me




Esse sentimento que te aniquila de mim
Continuará te perseguindo e eu nem aí
Obtive vitória e você saiu perdedor.
Sempre luto nas regras da precisão




Neutralizar-me, que coisa feia e mesquinha
Incomodo-te tanto assim, afinal do que temes
Não tenho nenhuma pretensão de ser popular
Fazer nada além do que estou a fazer e ser feliz




Traíra juntasse aos lobos para me sabotar
Por que tu não tens amigos leais iguais aos meus
Pisaste e massacraste adversários nulos
Seu vigarista queria atrapalhar-me




Satisfeita prazerosamente encontro-me
Incomodado, se exploda com carbureto
O que não conheço, não existe ou não presta.
Crápula para mim nunca exististes agora morreu



Autor
Luandabela

Nenhum comentário:

Counter

♥Luandabela Headline Animator

Postagens populares

Sexualidade

Sexualidade
Bar Aurora & Boteco Ferraz

Subscribe Now: Feed Icon

va